Ir para o conteúdo

Conheça os principais requisitos e o passo a passo para se cadastrar na plataforma

Seja um entregador do iFood (Fonte: Central Vagas/ Motorista de Aplicativo).
Seja um entregador do iFood (Fonte: Central Vagas/ Motorista de Aplicativo).

Ser entregador do iFood tem muitas vantagens. Uma delas é não precisar de ter um CNPJ para ser um colaborador. Além disso, é uma forma de ter uma renda extra ou fazer dessa atividade sua fonte principal de recursos.

Mas para trabalhar na empresa, é importante cumprir os requisitos. Dessa maneira, você terá acesso a plataforma e a todos os benefícios que os entregadores do iFood possuem. A seguir, saiba como se cadastrar na plataforma.

Quais requisitos para ser entregador do Ifood

Entregador do iFood também pode ser mulher (Fonte: Freepik)
Entregador do iFood realizando entregas de pedidos (Fonte: Freepik)

Antes de mais nada, para ser um entregador iFood é importante você ter o seu cadastro na plataforma. Porém, é importante que você cumpra os requisitos necessários. Atualmente, a empresa pede que o profissional tenha:

  • mais de 18 anos;
  • CNH com a opção de categoria A para realizar as entregas com moto;
  • ter um plano de internet 4G;
  • ter uma moto ou bicicleta;
  • ter um baú ou caixa térmica para fazer as entregas;
  • ter uma conta bancária em seu nome;
  • possuir CPF.

Portanto, se você cumpre todos esses requisitos, está pronto para trabalhar na empresa. Então, pode aprender o passo a passo para realizar o seu cadastro na plataforma do iFood.

Entregador iFood

Entregador Ifood: tudo que você precisa saber

Para se tornar um entregador iFood é importante saber as vantagens que essa atividade possui. Veja tudo o que precisa.

Como fazer cadastro na plataforma

Abaixo, montamos um passo a passo para você ser um entregador do iFood. Veja:

1. Baixe o aplicativo para entregadores

O aplicativo para entregador do iFood não é o mesmo que você solicita a sua refeição ou lanche. Por isso, o primeiro passo é baixá-lo. Mas atenção: a plataforma de entregadores está disponível somente para quem possui o sistema Android. 

2. Realize o seu cadastro

Agora é o momento de você informar todos os seus dados. Como nome, CPF, número de celular e também um e-mail. Lembramos que é importante o entregador ter mais de 18 anos!

Além disso, o formulário de cadastro pede uma foto do seu rosto. Dessa forma, os clientes da lojistas da plataforma podem reconhecê-lo no ato da entrega. 

3. Documentação via fotos

A plataforma do iFood vai pedir para você fotografar e enviar seus documentos. Quem vai fazer as entregas de bicicleta, vai precisar enviar somente a foto da carteira de identidade. Mas os entregadores de moto devem enviar, além do RG, a foto da sua CNH que esteja dentro da validade.

4. Envio dos dados bancários 

O próximo passo é informar o número da sua conta bancária, por isso, atenção para não informar nenhum dado errado. Afinal, é por meio dessas informações que serão repassados os seus pagamentos. 

A conta deve estar no nome do entregador do iFood. Afinal, a plataforma não aceita uma conta de terceiros. 

5. Cadastre um contato de emergência

O iFood se preocupa com você e, por isso, pede um contato de emergência. Mas fique tranquilo, pois a empresa só entrará em contato em caso de emergências ou imprevistos durante as entregas.

6. Aguarde seu cadastro ser liberado

Depois de tudo pronto, o iFood precisa validar seus dados. Portanto, aguarde o contato da plataforma para saber quando pode começar suas entregas. 

Quanto ganha um entregador do Ifood?

Entregador do iFood realizando sua atividade (Fonte: Freepik)
Afinal, quanto ganha um entregador do iFood? (Fonte: Freepik).

Com certeza, você conhece alguém que trabalha como entregador do iFood. Mas não tem acesso ao quanto ganha. Afinal, sabe somente que é uma boa forma de ter uma renda extra.

Saber quanto ganha um entregador do iFood é uma dúvida comum. De acordo com o site da empresa, quem assume a missão de trabalhar quatro horas diárias consegue, em um mês, um lucro de R$1.300.

Portanto, se organizando corretamente e conseguindo trabalhar por mais horas, seus ganhos serão maiores. Além disso, se o cliente gostar da entrega, ele tem como dar gorjeta pelo seu trabalho. 

Entregador do Ifood ou Entregador do Mercado Livre: qual é melhor para trabalhar

Trabalhar como entregador do iFood é uma maneira de ter ganhos extras. Mas há quem faça dessa atividade a sua renda financeira principal e consegue fazer um bom salário. 

Entretanto, o iFood não é a única opção para fazer entrega. Há outras plataformas que cadastram parceiros e, uma delas, é o Mercado Livre.

Nessa plataforma, há chances de você receber até R$240 diários. Além disso, tem a possibilidade de trabalhar fazendo o seu próprio horário. 

Outro ponto de destaque é que os entregadores do Mercado Livre tem uma conta na plataforma. Portanto, não é necessário ter outras contas bancárias para receber o seu pagamento.

Gostou dessa opção para trabalhar com entrega? Então, confira mais sobre ela no post recomendado abaixo e veja todas as informações necessárias. 

Entregador do Mercado Livre: veja o que precisa

No Mercado Livre você pode trabalhar como entregador e receber semanalmente pelos fretes.

BuscaContatoPolítica de PrivacidadeSobreTermos de Uso
pt_BR